domingo, 26 de maio de 2013

Quanto eu te amei



Quanto eu te amei

Quando te amei a primeira vez
Eu não estava pronta, 
Você não estava pronto, preso 
nas tranças de um amor fracassado
e trancado a cadiado.
Lembra? Você perdeu a voz,
Sorriu feito criança,
e na sua ãnsia de querer-me
me comparou a uma deusa,
e quando olho para o ontem
vejo apenas o homem, 
que foi e voltou
tamanha sua saudade,
tamanho seu amor.
Quando te amei a segunda vez
Eu ainda estava em dúvida,
encurralada pela vontade
desse amor viver, e
me deixei seduzir
por sua pres ença,
suas belas frases.
E você, jogou tudo para alto
e me prometeu a eternidade.
Disse que estava elouquecido,
pelo seu amor verdadeiro
que não deixaria essa
emoção virar esquecimento.
e não tardou a anuncia-lo
feliz aos quatro ventos.
Olhando o ontem, com um
pouco de saudade. 
Vejo como é bom essa saudade,
dessas que me trazem contentamento.
Dessas sem dor e sofrimento.
Dessas que levamos para
toda a eternidade.

- Betânia Uchôa -