quarta-feira, 1 de maio de 2013

UM RAIO DE LUZ

 
 
UM RAIO DE LUZ

Em cada estrela que avisto no universo, abrigo a sua luz nas minhas mãos e afago-lhe os sons por entre linhas de seda e folhas perfumadas.
E nessa longa viagem, transformo memórias em flores e algumas gotas de água que delas brotam.
Mesmo que algo me escape à minha sensibilidade de mulher as minhas palavras serão sempre o meu meio de comunicação para chegar até ti.
Transformarei algo menos bom em palavras quentes e doces e derrubarei todas as barreiras mesmo que o caminho me seja limitado.
Vou continuar a moldar com as pontas dos dedos, palavras que desvendaram segredos e vou as virando do avesso para que o reverso da moeda me seja favorável.
Deixo assim a minha essência por entre linhas, para que possas captar o que me vai no coração e em sentido poético sob o teu olhar cristalino, brindo a essa luz forte e sadia que me salvou da escuridão.

  Celeste Leite