segunda-feira, 10 de junho de 2013

Pensamentos ao vento


Pensamentos ao vento

Gosto de andar e sentir o carinho do vento,
Ouvir a música que ao meu ouvido murmura,
São doces sinfonias de amor e ternura,
Uma leve brisa que ajudam e dão alento.

Vejo o bailado das folhas em pleno movimento
O canto dos pássaros que tocam com brandura
E isso pode ser tudo o que se procura,
Deixam o pensamento em total contentamento.

E eu esquecida do tempo, ao sabor do vento,
Quando chegam a mim o cheiro de rosas
Que voavam em círculos naquele momento.

Eu procurei estar bem, calma e sem receios,
Andar sem culpa ou agir de forma cuidadosa
Que meus pensamentos viagem, alheios.

Betânia Uchôa