quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Você chegou...






Você chegou...
Levou de mim, a escuridão.
A tristeza se desfez...
Dia agora é!

Esperei tanto, por alguém
Que, nem mesmo conhecia.
E se não conhecia, como sei que chegou?
Não sei, só sei !!!

E se me perco nas palavras...
Acho-me nos sentimentos.
Nos quais você, tornou-se a única regra.
Sem regra...

Sem trevas, tua luz domina-me
Dominado, entrego-me
Entregue, amo-te.

Chorar, agora só de alegria
Essa que esculpi meus olhos
E vaza entre meus lábios,
transformando-se em sorriso
Fazendo valer os segundos.

É dia? Não agora é noite.
Mas a noite, contigo é dia
Pois o Amor nos ilumina
E, se é só verdade nosso amor.
À noite, já não reconheço...


Por: Fulvio Ribeiro.