quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A mocidade



A mocidade

Tinha na mente, sonhos, amor desejado
A esperança que aquece os jovens corações,
Os anseios , as luxúrias e as tentações
Onde pendia a flor do simples Pecado.

Belos, jovens, um livro ainda inacabado
Desejo vivo, atração descuida, olhos ternos
Os medos, nos olhos palpitantes, mornos,
Mostravam- se pelo semblante mudado.

Ainda assim, iam em sua grandeza
Moldados pela descontração e beleza,
orgulho e preocupação, o futuro, um fato.

O futuro, é o hoje, ai de chegar...Alegria!
Uma nota no cabeçalho da capa, ironia,
Feito de pedaço em pedaço, Artesanato.



Betânia Uchôa