segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A pessoa Errada


A pessoa Errada

Não, não sou a pessoa certa pra ti.
Esperas de mim a certeza,
a mão estendida,
o apoio firme!

Não, não sou a pessoa certa pra ti.
Esperas que eu venha, me vou.
Esperas que eu esteja, mas não vim.

Não, não sou a pessoa certa pra ti.
Olhas o relógio, 
os ponteiros correm,
Olhas as horas, 
e os minutos escorrem pelas mãos. 

Não, não sou a pessoa certa pra ti. 
Queres o certo, o exato, 
E eu desato o incerto em nós.

Sou a pessoa errada,
o Incerto, o Desacerto,
Com quem não podes contar. 

Mas, sendo eu o Incerto Desacerto,
Em ti me acerto, 
Porque és a Pessoa Certa
no Incerto Dos Dias Meus!


Nanda Costa