domingo, 22 de junho de 2014

Te trai com o vento





Te trai com o vento

Te trai com o vento
Que fez festa em meus cabelos
Enquanto sua ausência era sentida,
Ele me consolava.

Te trai com o vento
Que ouvia meus choros e anseios
Enquanto teu corpo estava longe
A quilômentros dali.

Te trai com o vento
Que fez carícia na minha pele
Acariciava meu rosto
E brincava com meus desejos
Enquanto aguardava tua volta.

Te trai com o vento
Que brincava com a paisagem
Enquanto eu andava
Para chamar minha atenção,
Murmurava em meu ouvido,
Uma doce canção.

Te trai com o vento
Que me acompanhava o passo
Junto com a minha solidão
Enquanto eu chorava sua perda
Naquela estação.

Te trai com o vento
Que embalava meu corpo
Suavizando meu pranto
Secando minhas lágrimas sentidas
Me trazendo fantasias.

Te trai com o vento
E ele varreu minhas mágoas
E só não conseguiu:
Varrer sua presença dentro de mim.

Betânia Uchôa