quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Meu amor...




Meu amor...

Quando eu não suporto mais viver a tua ausência 
eu abraço apertado os vazios de você em mim.
E você volta como uma canção de amor,
acariciando o meu coração entristecido e vazio. 
Você chega sempre num dia frio de setembro, 
vem quase junto com a primavera... 
nas mãos traz o Sol, 
para alegrar os meus dias e as noites frias,
enfeitando a minha vida com lindas poesias 
e acabar com o inverno dentro e fora de mim.
Aconchega-me em seu colo, o meu cansaço 
de caminhar de pés descalços
quando ansioso eu te busco entre os meus
pensamentos e na solidão árida dos desertos
meus.
Você ensina-me o que é amar e ser feliz.
Hoje, te digo que:
Com você, eu troco as cores de minha vida
faço do cinzento solitário, o multicolorido
você que quebra o gelo do meu coração.
Por tudo isto, eu te amo e te amo mais que muito, 
eu te demais.


____Joe Luigi