segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Se quiser vir, venha...



Se quiser vir, venha...

Venha docemente
Passeie no meu sorriso
e no meu abraço se aconchegue
Mas não deixe de olhar os meus olhos
porque diz mais que minhas palavras
Venha, não demore, só não venha com pressa
acolhe-se em mim, penetre no meu ser
mas venha com a certeza de ser feliz
Venha com paciência, você terá
que desvendar meus gestos
tenho muitas loucuras 
que esses meus olhos podem esconder
mas eles não cansam de procurar você
Acomoda-se... Sinta-se amado...
Não finjo exageros, só quero a troca do amor
Um dia você saberá ler a minha mente
é fácil, sou cristalina... Você sentirá
com um olhar cada pensamento meu
e se ficar sentirá a minha ousadia
Mas só venha se for verdadeiro...

Elaine Coletti