domingo, 17 de maio de 2015

TUA METADE



TUA METADE

Corro livre ao vento
busco nas vozes do
transcendental as
estórias perdidas no tempo.

Meu nome está escrito
em tua vida
estou instalada em teu coração
sou parte de ti
tua ilusão
e nem sabes quem sou!

Sou a tua saudade
sensação que sentes
nem sabes porquê?

Sou alguma coisa
que procuras nas tuas insonias
e caminhadas
nos teus dias
e noites desesperadamente
e nem sabes o que é!

Sou a tua emoção
a tua alegria
e a tristeza
estou sempre nos teus
pensamentos voando
lépida e solta...

Sou um rasgo de memória
que procuras lembrar de onde?
Sou teu mistério e magia
vivo no silêncio da tua alma
sou a metade real e irresistivel
sou a outra parte de ti!

Celina Vasques