quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

A vida passou...



A vida passou...

Despertemos os pássaros que habitam em nós
Em nosso eu profundo...
Quem sabe nos tragam recordações de amores passados...
Soluços e lágrimas... Sorrisos e saudades de momentos ternos...
Sonhos longos e agora vazios...
A vida passou...
Deixando apenas a cicatriz tatuada em nossos corações...
E agora... Como faço pra te ver? como voltar a te ter?
Desenho um barco no papel... Quem sabe nele poderei descer o rio
E já te encontro... Um pouco além navegando suavemente
Sob a brisa desta manhã perfumada...e na cantiga dos pássaros
Quem sabe assim a felicidade possa voltar...!
celina vasques