sábado, 12 de março de 2016

NÓ CEGO





NÓ CEGO

Amo-te!... E nunca te vi
Sinto-te!…E nunca te toquei
Tenho saudades…
… Do que nem vivi…
Amo-te!...
Como jamais amei
A tua voz!…
Toca-me com carinho
Acaricia-me com ternura
Segreda-me!...
Bem baixinho…
…E beija-me com doçura
Atrais-me!
Há um ímã entre nós
Um laço…Um elo…Um nó
Um sentimento maior
Crescendo do interior…
Sou parte de ti!
Tu!...parte de mim
Sei que não estou só!
Somos um só Ser
A força que me sustenta…
…És o meu viver
E nunca te vi!...

Quando te poderei ver?
Sonho com esse momento
Surpresa…Emoção…
Conhecimento…
Um querer que aumenta…
Um desejo…Sim!
De entrega… E doação

Dar!...Dar!
Sem esperar retribuição
Desfrutar…
Entregar o coração
Ser tua morada
Tua casa teu castelo
Fortaleza intransponível
Sentir-me amada…
…Sentimento tão belo
Visível no olhar…
…E possível!
Quero-te de verdade
Somos galhos da mesma raiz
Fio do mesmo novelo
Filhos a mesma matriz
Gémeos de coração…
…E com sinceridade
Digo-te:
-Estou feliz!

*Conceição Carraça*